1969, Porto Alegre, RS. Vive e trabalha em São Paulo, Brasil

Ricardo Barcellos

Entende sua prática a partir  de deslocamentos nos  percursos que levam imagens a condição de promessa.

O artista elabora séries que exploram a noção de extravio, em sentido literal do termo, como se cada obra buscasse desestabilizar o senso comum  da prática com a qual ele mantém estreita relação, ou seja, aquela parcela da produção de imagens relacionada à sedução e idealização.

Realizou exposições individuais em instituições como Usina do Gasômetro (RS), Paço das Artes (SP),  e Pinacoteca do Estado de São Paulo (SP). Participou por duas vezes do Photoespanha (2011 e 2015). Sua obra tem sido exibida em exposições em diferentes países, como Itália, Alemanha, Espanha, Colômbia e República Checa. Possui obras em importantes coleções, como Pirelli-Masp, Pinacoteca do Estado de São Paulo e Mac-RS. Recebeu o Prêmio Conrrado Wessel de  fotografia (2009), Hasselblad Masters América Latina (2011), entre outros. Desde 2012 integra o Ateliê Fidalga, coordenado por Albano Afonso e Sandra Cinto. Vive e trabalha em São Paulo.

Obras em destaque

Todas as obras